A Praia do Farol é uma das mais belas de Arraial. O local é administrado pela Marinha e o tempo de permanência no local é de 40 minutos.

O que fazer em Arraial do Cabo – Não é à toa que a cidade de Arraial do Cabo, no litoral fluminense, recebe o título de Caribe Brasileiro. A cidade que fica na região dos Lagos, no Estado do Rio de Janeiro, tem uma paleta de cores que perpassa pelo azul-piscina, azul-bebê ou azul-turquesa e suas belezas paradisíacas se assemelham e, em muitas vezes ultrapassam, as prais Caribenhas do continente americano. Mas não se engane. As belezas e encantos de Arraial do Cabo vão além dos tons azulados. A depender do tempo é possível encontrar praias com a coloração verde esmeralda. Na terra firme os tons terrosos estão fortemente expressos pelos caminhos das trilhas que te levam por paredões rochosos, caminhos de terra, subidas a morros com vegetação rasteira – e novos tons de verde – e te proporcionam experiências muito além de sol e mar. No horizonte os tons predominantes ficam por conta do amarelo, laranja e vermelho: é o espetáculo de cores do pôr do sol. Um dos mais belos que eu acompanhei! E quem acha que a paleta de cores de Arraial acabou está enganado. Quem opta a sair da terra firme e adentrar ao fundo do mar será contemplado por uma paleta multicolor. Difícil é elencar as cores predominantes da vida marinha. São tantas que só posso dizer: mergulhe!

Quando ir

Vamos começar pela experiência dessa viajante que sonha em se tornar mochileira. Minha viagem até Arraial do Cabo foi inesperada. Tive a oportunidade de ir ao Rio de Janeiro a trabalho, em Dezembro, e com algumas folgas no banco de horas pude esticar mais uns dias a viagem. Foi aí que pensei em sair do roteiro cidade grande e explorar os arredores do Rio. Um Google aqui, uns Vlogs no YouTube, uma consulta no grupo de Mochileiras no Whatsapp e voilà/voalá: Arraial do Cabo ganhou em disparada nas indicações.

Você acredita em amor a primeira vista? Fiz a foto no último dia, mas posso dizer que o meu amor por Arraial foi assim!

Nas primeiras consultas já me preocupei. Os meses mais chuvosos em Arraial do Cabo são: Dezembro e Janeiro. Eu pensei com meus botões: “praia e chuva não combinam!” Friorenta que sou já estava quase desistindo dessa aventura. Mas cá estou eu para dizer que não presenciei um gota de chuva nos quatro dias que fiquei em Arraial. Foi sol pra queimar o nariz. Sim. Voltei com o nariz queimado. Mas só o nariz. Sabe lá o que aconteceu pra eu ter esquecido esse pedaço – que não é pequeno meus amigos.

Os meses considerados mais secos são julho e agosto e a alta temporada naquele pequeno município com quase 30 mil habitantes vai de dezembro a abril. Por sorte eu peguei a semana do dia 13 a 17 de dezembro e ainda tive chances de fazer passeios com tranquilidade. Na semana seguinte a cidade já está abarrotada de turistas e as casas de veraneio ganham vida. Conversando com os moradores da região a dica foi sempre mesma: evite os meses de dezembro e janeiro. São as férias e o fluxo de turistas é imenso. Chega a faltar água na cidade. Além disso, vai ser mais difícil você ter uma praia para chamar de sua! Esqueça também as fotos nos pontos turísticos.

O que fazer!

Arraial do Cabo proporciona atividades para as mais diversas tribos e é possível, com um planejamento rápido, e uma estadia de no mínimo três dias explorar os cantinhos mais incríveis dessa região. Tem aventura para quem gosta de sol e praia, para os amantes de trilha, para aqueles que gostam de contato com a natureza – o mergulho é algo surreal -,  para os aventureiros e para quem curte algo mais familiar. As opções são diversas. Nos três dias que fiquei por lá não consegui fazer tudo que queria. Uma bela oportunidade para voltar a essa paraíso!

  • Passeio de Barco: praias, banho de mar, pontos turísticos…

– Preço: R$60

Se eu tivesse que eleger um programa essencial, sem dúvida, seria o passeio de barco. Nele você conhece algumas praias e pontos turísticos da região que ficam em pontos estratégicos. Minha experiência foi com a empresa Primeira Classe Tour e o diferencial deles é que a embarcação é de médio porte e o número máximo de passageiros é de 30 pessoas. Zero muvuca. Se você procura um passeio mais tranquilo é lá que vai encontrar. Tem algumas embarcações que trabalham com 80 pessoas. É muita gente!!!

O passeio custa R$60 reais. Na embarcação você tem água à vontade durante todo o passeio. Lá eles vendem refrigerante e bebida alcoólica, além de salgadinhos. Mas você pode levar seu próprio lanche e até seu cooler para consumir dentro da embarcação. Massa, né!   

– O que rola no passeio de barco: 

São duas paradas para banho de mar de 40 minutos. Uma na Praia da Ilha do Farol e a outra nas Prainhas do Pontal do Atalaia. Vale lembrar que na primeira o tempo de permanência é estabelecido pela Marinha que administra a praia e você não pode descer com alimentos e bebidas. Além disso, o passeio percorre alguns pontos estratégicos passando pela Fenda da Nossa Senhora, Pedra do Gorila, Enseada do Meteorito e a Gruta azul. Todos esses pontos tem parada para fotos.

A duração média do tour é de quatro horas. Além dos R$60 pago para a empresa, é preciso desembolsar uma taxa de embarque de R$5 cobrada pela administração do Píer. Esse pagamento é feito no local.

As fotos abaixo são da Praia do Farol. O lugar mais incrível de Arraial do Cabo!!!

Aqui um mapinha dos locais que contemplam os passeios de barco da Primeira Classe Tour.

 

  • Praias: acesso gratuito

Arraial tem muitas praias que você não precisa pagar embarcação para chegar. Uma delas é a Praia do Forno. Para chegar nela você vai por uma trilha/caminho que oferece vários cenários para fotos. A subida pode ser cansativa para quem não tem costume de caminhar, mas o local oferece alguns mirantes e isso te proporciona paradas para recuperar o fôlego e ainda fazer uns cliques. Mais abaixo eu trago as dicas e informações desse lugar.

#BUENASDICAS: Você não paga para entrar na Praia do Forno. Mas a dica para os viajantes é levar comida e bebida. Os valores na praia são absurdos! Cobram R$50 pela barraca com sombreiro e cadeira se você não for consumir. Isso mesmo: só para sentar e ficar debaixo do sombreio. O outro valor é de R$70 que aí reverte para consumação. Aposto que você já tá pensando em sugestões de lanches para levar!

Nessa praia eu só consumi uma bebida. Eles vendem umas bebidas em copo de 700 ml que são uma delícia. Custa R$20 e tem sabores variados. Eu fui na de maracujá que achei menos doce. Eles te dão provinhas. Assim fica mais fácil decidir! Outra dica para quem gosta de sol e mar, mas tem aquele cuidado maroto com a pele! Essa praia é uma das únicas que oferece um cantinho com sombra. No final dela tem umas árvores que dá pra você esticar a canga e aproveitar o dia como na famosa frase “sombra e água fresca!”.

Para chegar a Praia do Forno você tem que ir para o Porto dos Pescadores. Não precisa entrar. Chegando lá você pede informação. A entrada da trilha/caminho para a Praia do Forno fica bem em frente. Não tem erro! Os locais são sempre educados e muito bem informados.

Embaçamos a imagem por motivos de “vergonha”. Mas é só pra mostrar que a praia tem um visual incrível e que não estava lotada

 

  • Trilha Lago do Amor: desafios, superação, banho no lago e pôr do sol!

– Preço: R$50 com o Bio Trilhas ou @biotrilhas.  Fone: 22 98852-9035 – Lucas – Condutor Credenciado (INEA/PECS)

Fazer trilha em Arraial era uma das programações que eu mais queria. Assisti alguns vídeos no YouTube e de cara eu já quis fazer a trilha para a Lago do Amor. Só não imaginava que o caminho percorrido até o lago ofereceria paisagens tão lindas e momentos tão incríveis.

Não vou mentir para vocês. Mas tem uma parte da trilha – quando você chega no costão – que dá um medo e você se questiona: – “o que eu vim fazer aqui?”. Dá vontade de desistir! Dá um medo muito grande. Você acha que vai se desequilibrar, cair e morrer lá nas rochas onde o mar quebra. Mas calma! Nada disso acontece porque o caminho é feito por profissionais incríveis e credenciados. Eu fiz esse passeio com o Lucas do Bio Trilhas. Contato dele tá no título logo acima. O cara é paciente, super antenado – ele é biólogo – conhece muito da região e passa uma segurança que você é capaz de escalar o costão como se fosse profissional! Super indico o serviço do Bio Trilhas. O passeio dura uma tarde ou uma manhã toda. Eu recomendo fortemente você fazer o passeio a tarde que aí já pega o pôr do sol lá no Esqueleto – uma construção abandonada que te proporciona uma das imagens mais lindas de Arraial!

O Lucas tem uma parceria com o dono de uma pousada que permite que passemos por dentro da propriedade dele para chegar até um ponto do caminho para o Lago. O legal é que essa parceria possibilidade não só encurtar o caminho, mas também rende uma passagem pela Escadaria dos Desejos.

No dia do passeio eu tive muita sorte! Chegamos ao Lago do Amor e ele era só nosso, meu e de um casal que também fazia a trilha com o Lucas. O lago te possibilita dois ângulos para foto. Uma com o lago e outra que simula uma piscina de borda infinita. A última é a minha favorita!

Lago do Amor por outro ângulo da piscina de borda infinita

Os locais dizem que o melhor pôr do sol da cidade é visto da Praia Grande. Mas eu devo dizer pra você que eu discordo. O melhor lugar para contemplar esse espetáculo da natureza foi no Esqueleto, uma construção abandonada que fica em uma das partes mais altas de Arraial. Me diz se esse visual da foto abaixo não é incrível?!

Pôr do sol do Esqueleto – construção abandonada em uma das áreas mais altas da cidade

 

  • Passeio de Buggy: volta em Arraial e Cabo Frio

– Preço: R$70 com o Messias ou @messiassurf_  | Fonte: 22 99848-1122 

Fiz o passeio com um casal de amigos. Fomos confortáveis no buggy em três. O tempo total é de 2h30 e a dica aqui é fazer com o Messias, um apaixonado por Kitesurf. Ele gosta de sair cedinho, tipo 8h. Isso é muito bom porque depois das 10h os lugares de visita são concorridos e você não tem mais aquelas paisagens incríveis só para você e seu grupo. Quando estávamos finalizando o passeio e retornando por alguns lugares que já tínhamos passados as filas de buggys era grande. Nessa hora eu tive certeza de que o melhor horário pra sair é antes das 9h.

O Messias nos leva para conhecer diversos pontos com direito a parada em duas praias para banho, subida em um morro alto em Cabo Frio que te dá uma visão da cidade e, ainda, visita ao Parque Municipal das Dunas.

Uma das paradas do passeio de buggy com a visão para a Ilha dos Papagaios

 

  • Mergulho de Batimos: contato com a fauna e flora marinha

– Preço: R$180 em cartão de crédito e R$160 em dinheiro. Mas nesse período estava em valor promocional. Você ainda ganha 10 fotos.  – Acqua Word: 22 97403-3894

Estamos chegando a última dica de Arraial do Cabo com base na minha experiência. O mergulho de batismo foi uma das experiências mais incríveis dessa viagem. Diferente de tudo que já fiz. É algo desafiador e que te proporciona um contato com um ambiente totalmente novo. As especies marinhas que você avista durante o mergulho são lindas. É algo que encanta!

Você mergulha com um profissional capacitado que fica o tempo todo te guiando e te proporcionando a melhor experiência. Eu terminei o passeio com vontade de virar mergulhadora profissional e explorar mais ainda as profundezas do mar.

A empresa escolhida para o passeio foi a Acqua Word. E eles foram incríveis. Não é à toa que são referência na cidade! O mais legal é que você percebe todo o compromisso que eles têm com o Meio Ambiente. Isso sim é importante!